Análise tática das meninas, Brasil na Copa do Mundo


A Seleção Brasileira feminina sanou as dores de cabeça deixadas pelo time masculino de Mano Menezes no torcedor brasileiro, durante o fim de semana. Se Neymar e Paulo Henrique Ganso de certa forma decepcionaram em campo neste domingo, bem longe do frio da Argentina e da Copa América, no calor do verão alemão, Marta e Rosana fizeram bonito.

Inicio de jogo complicado para a Seleção pois a Noruega se impôs, ou o Brasil defendeu atrás da linha do meio campo? Creio que o intuito do treinador Brasileiro era melhorar o sistema defensivo. Mudou o esquema para o 3-4-1-2 e jogou no contra-ataque.

Na defesa Daiane foi libera e atuou sem dar chances a Noruega. Aline jogou na esquerda e por ali anulou qualquer intenção da adversaria. Érika jogou na direita e foi a defensora com mais qualidade pode também atuar na meia.

Maurine que é destra jogou na esquerda para Fabiana poder atuar na direita. Rosana que é no máximo ala vem jogando como “enganche” e mais que isso ela apoia e volta para marcar é o destaque da seleção nesta Copa do Mundo.

Inovação na seleção, pois joga no erro do adversário. Noruega que jogou na base do lançamento da goleira. Transição defesa-ataque do Brasil é rápida e usou e abusou no jogo. As alas Maurine e Fabiana foram essenciais no jogo pois apoiavam e defendiam com qualidade.

Com a bola Rosana jogava a frente das alas e meio campistas e graças a ela por vezes o esquema variava do 3-4-1-2 para o 3-4-3. Junto com Marta e Cristiane. Rosana compõe ataque e meio campo quando a seleção é atacada. Defende mais no lado direito.

Marta e Cristiane atuaram como pontas e aprofundavam para a área, contavam com o apoio de Rosana que era elemento surpresa. Por vezes todas elas invertiam posições. Elementar está movimentação para o esquema.




Gols

Marta abriu o marcador ainda aos 21 minutos do primeiro tempo, após ser lançada pelo lado direito do gramado, ganhar na corrida da defensora noruega, deixar outra marcadora no chão e bater no contrapé da arqueira. Falta clara de Marta que juíza não marcou.

Já no segundo tempo, Marta fez boa jogada pelo flanco antes de cruzar para o centro da área. Cristiane deixou a bola passar e Rosana completou para o gol. O Brasil se consolidou na partida e fez o último com Marta, fechando os 3 x 0. Com a vitória sobre a Noruega e sobre a Austrália, na estreia por 1 a 0, o Brasil assegurou sua classificação antecipada para as quartas de final. Antes, fecha sua participação na fase de grupos contra Guiné Equatorial.


BRASIL: Andreia, Maurine, Daiane (Renata Costa 39'/2ºT), Aline e Rosana; Ester (Grazielle 43'/2ºT), Formiga, Marta e Cristiane; Erika e Fabiana (Francielle 30'/2ºT) - Técnico: Kleiton Lima.


NORUEGA: Hjelmseth, Holstad, Mjelde, Stensland (Ims 22'/2ºT) e Lund; Ronning, Herlovsen, Kaurin (Thornes - Intervalo) e Giske; Mienna e Haavi (Pedersen 8'/2ºT) - Técnico: Eli Landsen.

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

1 Response to Análise tática das meninas, Brasil na Copa do Mundo

  1. Maciel says:

    Oii estou te seguindo!
    Ficarei muito feliz se vc visitar o meu blog e me seguir tb :)
    Bjs

    http://conversadeblogueiro.blogspot.com

Leave a Reply

Compartilhar