Kléber, limousine, jatinho, gruta azul, gaviões, leilão e Inter

Aparentemente acertado com o Grêmio, Kléber, está fazendo uma reviravolta neste final de ano, Grêmio, Flamengo, Corinthians e Internacional estão brigando pelo jogador do Palmeiras. Alguns acreditam em leilão, desonestidade de Kléber, creio que não.

O que tem de errado o jogador pedir um tempo pra pensar ou até mesmo para escutar outras propostas de outros clubes? O futuro dele está em jogo, são cinco anos de compromisso, é o sustento dele e da família.

Como se pode dizer, Um Dia é da caça, o outro do Caçador. Só que o dia do caçador do Grêmio anda meio distante ultimamente… (Luciano Coimbra)

Limousine e jatinho

Kleber recebeu do bom e do melhor por parte do tricolor. Alexandre Grendene emprestou seu jatinho para buscar e levar Kleber até Porto Alegre, na chegada uma limousine o esperava para um tour pela cidade, aluaga por 1 mil reais hora., após o levou na casa do empresário Jorge Machado para enfim começaram as tratativas.

Durante viagem de jatinho para Porto Alegre o presidente do Corinthians ligou para Kleber e prometeu mundo e fundos para o atleta, Kleber então aumentou sua pedida ao Grêmio, que acatou.

Kleber chegou a Porto Alegre para assinar contrato e vestir camisa, porém está promessa Corinthians mudou tudo. Ao meio dia Kleber saiu de Porto Alegre e voltou à capital paulista para ouvir proposto do Corinthians. Proposta ilusória esteve abaixo dos acertos com o Grêmio, alem disso o presidente corinthiano não se acertou com o Palmeiras.


Noite no Gruta

A negociação na casa do empresário Jorge Machado chegou a um consenso: Kleber receberia R$ 500 mil mensais, em cinco anos de contrato. O jogador ficou de dar resposta na sua volta a São Paulo.

Antes disso, visitou o Gruta Azul, "casa noturna" no bairro Floresta, em Porto Alegre. Segundo informações o atacante gastou 11 mil reais. Divertiu-se entre 1h15min e 4h30min e depois seguiu para o hotel. Ao meio-dia foi visto desembarcando de volta no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Se depender de sua visita ao Gruta Azul, Kléber fecharia contrato no mesmo dia, uma visita ao Gruta não pode passar em branco. 

Leilão

Muito diferente do caso do Ronaldinho, o Kléber não esta fazendo leilão. Começou a negociar primeiro com o Grêmio, veio até Porto Alegre para escutar a proposta, conhecer o ambiente etc. Voltou para São Paulo para conversar com a “família” e ouvir uma proposta do Corinthians. Se a proposta do Corinthians for melhor, é óbvio que ele tem que ficar lá, se não for já esta tudo certo pra jogar no tricolor gaucho.

Leilão que eu saiba é quando você pega um lance e mostra pra outro interessado que já deu a sua oferta para ver se ela sobe. Escutar todas as propostas não é leilão.

Odone e Andrés

Conversa entre presidentes, Andrés Sanchez do Corinthians e Paulo Odone do Grêmio. Andrés ligou para Odone alegando que não se atravessaria no negócio, mas confirma seu interesse, só começa a negociar com Kléber, se o mesmo recusar o tricolor.

É mais ou menos assim - Ligo para meu amigo dizendo que não vou paquerar a esposa dele, porém se eles terminarem vou pegar o telefone dela no dia seguinte – ironia de Nando Gross.

Gaviões da fiel

Quer jogar no Corinthians porque até membro da GdF (Gaviões da fiel) ele era ...
Agora eu pergunto, ser torcedor do Corinthians impediu que ele se formasse na base do São Paulo e se tornasse profissional lá ? Impediu que ele quando voltou pro Brasil escolhesse o Palmeiras? Ele pode ser corinthiano, mas eu acho que ele torce mais para o Kléber Futebol Clube.

Culpados

Caso ele não venha para o Grêmio e vá para outro clube, não será culpa de ninguém! A direção tricolor fez o que pode, não pode obrigar o jogador a assinar o contrato, escalou Machado na negociação porque ele é amigo do Giuseppe Dioguardi, empresário do jogador.

O Kléber também não tem culpa se optar por ganhar mais no Corinthians, nem por voltar a São Paulo para escutar uma oferta do Corinthians. Nem o Corinthians é culpado, pois vai fazer com o Grêmio a mesma coisa que o Grêmio fez com o Independente (?) da A3 do paulista para contratar o Felipe Nunes.

Torcida tricolor

A torcida tricolor pode fechar este ano com chave de ouro, porém de tristezas e infelicidades. Inicio do ano parecia tudo certo com Ronaldinho, até caixas de som foram instaladas, porém o Flamengo estragou tudo.

A contratação do atacante Kleber “Gladiador” já mostra que a torcida vai precisar ter Estômago de Avestruz para digerir uma possível frustração. Para o torcedor existem os dois lados da moeda:
- Kléber é craque e vale todo esforço possível, caso Grêmio o contrate.
- Grêmio saiu ganhando em não contratar Kléber, pois guardou dinheiro e jogador problema não resolve nada.

Internacional

Mais um na briga por Kleber. O arquirrival do Grêmio entrou no páreo. Parece ser mais um revide do Inter ao Grêmio fez uma proposta por Dagoberto - que na época negociava com o Inter - só para fazer o rival pagar mais.

Assim o Inter entra como quem não quer nada, comendo pelas beiradas e fará uma proposta por Kléber. Se não o contratar, pelo menos aumentara a pedida de Kléber ao Grêmio, fará com que o tempo de espera do Grêmio aumente e outros clubes poderão entrar no páreo.

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

2 Responses to Kléber, limousine, jatinho, gruta azul, gaviões, leilão e Inter

  1. Alexandre says:

    Kleber craque? Menos heim Eduardo... Está precisando rever teus conceitos.

    Como já diz o Rica Perrone, Kleber é o jogador que nunca fez nada mais renomado do país

  2. Concordo com você, ele não é craque. É bom jogador, diferenciado. Para o torcedor é um craque, os gremistas o consideram baita jogador. Não é minha opinião e sim de torcedores que constatei.

Leave a Reply

Compartilhar